PESQUISA 

Stats

O Sporting desloca-se a Moscovo para defrontar o Lokomotiv em partida decisiva da Liga Europa e fá-lo sem Rui Patrício, que foi expulso contra o Skenderbeu em Elbasan. É apenas a segunda vez que os leões jogam sem o seu guarda-redes esta época, sendo que na anterior venceram fora o Vilafranquense por 4-0. Aliás, a equipa verde-e-branca nem costuma ressentir-se das ausências de Rui Patrício, seja porque ele costuma ser poupado em jogos mais fáceis ou porque Boeck tem estado à altura. Dos oito jogos que o Sporting fez sem Rui Patrício na época passada só um acabou com derrota: os 3-2 com o Belenenses no Restelo, para a Taça da Liga, jogado com muita gente da equipa B. De resto, seis vitórias (Rio Ave no campeonato; Vizela, Famalicão e Sp. Espinho na Taça de Portugal e ainda V. Guimarães e Boavista na Taça da Liga) e um empate (V. Setúbal na Taça da Liga). E nos anos anteriores o panorama é igualmente animador: três vitórias e um empate (0-0 com o FC Porto, na Taça da Liga) em 2013/14; duas vitórias e um empate (com o Marítimo) em 2012/13. A pior época da história do Sporting – na qual não conseguiu sequer apurar-se para as provas da UEFA – fica ainda marcada pelo último jogo europeu dos leões sem Patrício: foi a vitória sobre o Videoton, em casa, por 2-1, na última ronda da Liga Europa, já sem chances de apuramento para os 16 avos de final. Já se vê que têm sido raros os jogos internacionais que Patrício vê pela TV. Antes desse contra o Videoton, a 7 de Dezembro de 2012, já tinha sido Boeck a defender as redes leoninas em Novembro e Dezembro de 2011, com uma vitória (Zurique, em casa, por 2-0) e duas derrotas (Vaslui e Lazio fora, por 1-0 e 2-0). Boeck está ainda sem saber o que é ganhar pelo Sporting a jogar e fora de Portugal. Além de Patrício, o último guada-redes a conseguir fazê-lo foi Tiago, que defendeu as balizas leoninas em Lille, nos 2-1 de 16 de Setembro de 2010.   - Para manter esperanças no apuramento para os 16 avos de final, o Sporting terá em princípio de fazer pelo menos o mesmo resultado que o Besiktas fizer na receção ao Skenderbeu, de forma a diminuir ou manter a distância de dois pontos para os turcos, permitindo-lhe depois ultrapasá-los com uma vitória em Alvalade no último dia. A exceção é um cenário improvável de derrota do Besiktas com os albaneses, caso em que o Sporting poderia também perder em Moscovo, desde que depois ganhasse ao Besiktas no último dia e o Skenderbeu não vencesse o Lokomotiv em Elbasan. Mas simples são as contas do Lokomotiv: apura-se já se ganhar ao Sporting ou mesmo se empatar, desde que o Besiktas não perca com o Skenderbeu.   - Slimani marcou nos dois últimos jogos do Sporting: o 1-0 em Arouca e o 2-1 ao Benfica na Taça de Portugal. Persegue o se primeiro golo na Liga Europa – já marcou na Champions – e uma série de três jogos seguidos com golos. Algo que não consegue desde Março de 2014. Nessa altura, aliás, marcou em quatro desafios seguidos: Rio Ave, Sp. Braga, V. Setúbal e FC Porto.   -O Lokomotiv ganhou apenas um dos últimos sete jogos, mas fê-lo contra o Zenit: 2-0 em casa a 8 de Novembro, na Liga russa. Desses jogos, houve mais três em casa: 1-1 com o Besiktas, 0-1 com o Amkar e 0-2 com o Anzhi.   - Mais uma oportunidade para o Sporting interromper a série de jogos sem ganhar fora de casa nas competições europeias. A última vitória do Sporting europeu como visitante aconteceu a 15 de Setembro de 2011, no Letzigrund, de Zurique, frente ao FC Zurique, por 2-0 (golos de Insúa e van Wolfswinkel). Nos 17 jogos que se seguiram, os leões obtiveram cinco empates e 12 derrotas.   - O Sporting nunca foi feliz contra equipas russas, tendo ganho apenas um dos oito jogos disputados (ao CSKA, em casa, no play-off da atual Liga dos Campeões). Em seis desses oito jogos sofreu sempre três golos. Em contrapartida, o Lokomotiv ganhou dois de cinco desafios contra opositores portugueses, ambos por 3-1: ao Sp. Braga em 1998/99 e ao Sporting na primeira ronda da atual Liga Europa.   - Ewerton, que não estava disponível no jogo da primeira jornada, em Alvalade, já jogou na Rússia, no Anzhi, e tem um histórico imaculado contra o Lokomotiv. Em dois jogos, empatou a zero, fora, em Abril de 2014, quando já tinha ganho por 2-1 em casa. Em Maio de 2013.   - Manuel Fernandes, o português do Lokomotiv, já recebeu o Sporting em três ocasiões, sempre ao serviço do Benfica. Tem uma vitória (1-0 em Maio de 2005), um empate (3-3, em Janeiro de 2005, com vitória nas grandes penalidades) e uma derrota (1-3, em Janeiro de 2006).
2015-11-25
LER MAIS

Stats

Depois da desilusão que foi a eliminação no Play-Off da Champions, o Sporting arranca para a Liga Europa a jogar com outra equipa de Moscovo, o Lokomotiv, em Alvalade, onde, a este nível, tem sido insuperável em termos internacionais. Desde que há Liga Europa, os leões fizeram 20 jogos para esta competição no seu estádio (desde a fase de grupos à meia final), não tendo perdido um único. A série de imbatibilidade caseira da equipa leonina é mesmo, neste momento, um recorde da prova. A última derrota dos leões em Alvalade para a segunda competição da UEFA – que na altura ainda se chamava Taça UEFA – aconteceu a 10 de Abril de 2008, por 2-0, frente aos escoceses do Glasgow Rangers e custou o afastamento da equipa então comandada por Paulo Bento nos quartos-de-final (a primeira mão, em Glasgow, tinha acabado empatada sem golos). Desde então, passaram por Alvalade na Liga Europa equipas como o Manchester City, o Atlético de Madrid, o Everton, a Lazio ou o Athletic Bilbau, mas mais nenhuma ali ganhou. Na série de 20 jogos sem perder, o Sporting cedeu, ainda assim, sete empates: Ventspils (1-1, 2009/10), Heerenveen (1-1, 2009/10), Atletico Madrid (2-2, 2009/10), Glasgow Rangers (2-2, 2010/11), Basileia (0-0, 201/13), Genk (1-1, 2012/13) e Wolfsburg (0-0, 2014/15). Neste período de sete anos e meio, os leões voltaram a perder jogos internacionais em casa, mas sempre noutras competições. Ali ganharam entretanto o Barcelona (5-2, em 2008/09), o Bayern (5-0, também em 2008/09) e o Chelsea (1-0, em 2014/15), todos para a Liga dos Campeões, bem como o Brondby (2-0, no Play-Off que acabou por dar acesso à Liga Europa de 2010/11, porque a equipa portuguesa depois se impôs depois por 3-0 na Dinamarca). Na verdade, a derrota com o Chelsea foi a única que o Sporting concedeu em Alvalade nos seus últimos 21 encontros ali disputados para provas internacionais (soma ainda 16 vitórias e quatro empates).   - Jorge Jesus, treinador do Sporting, já chegou a duas finais da Liga Europa, ambas aos comandos do Benfica. Perdeu as duas: com o Chelsea em 2013 e com o Sevilha em 2014. O Sporting também já esteve numa final da competição, quando ainda se chamava Taça UEFA, tendo saído igualmente derrotado, pelo CSKA Moscovo, em 2005.   - O Sporting nunca foi feliz contra equipas russas, tendo ganho apenas um os sete jogos disputados (ao CSKA, em casa, por 2-1, no mês passado). Em contrapartida, o Lokomotiv também só ganhou um de quatro jogos disputados contra equipas portuguesas (3-1 ao Sp. Braga, em 1998/99).   - Ewerton não vai estar disponível para jogar pelo Sporting, mas tem um histórico imaculado contra o Lokomotiv, enquanto jogou pelo Anzhi. Empatou sem golos fora, em Abril de 2014, e ganhou por 2-1 em casa, em Maio de 2013.   - Manuel Fernandes, o português que tem estado fora das escolhas de Igor Cherevchenko, perdeu sempre em Alvalade enquanto jogador do Benfica. E pelo mesmo resultado (2-1), tanto em Janeiro como em Setembro de 2005. Tem, ainda assim, boas memórias de jogos com o Sporting. Na Luz, em três jogos, soma uma derrota (1-3, em Janeiro de 2006), um empate (3-3, em Janeiro de 2005) e uma vitória (1-0, em Maio de 2005). Mas o empate foi para a Taça de Portugal e redundou num apuramento nas grandes penalidades e a vitória deu o título de campeão nacional aos encarnados.   - O Sporting vai com 21 jogos consecutivos sempre a marcar golos. A última vez que ficou em branco foi a 1 de Março, na deslocação ao Dragão, onde perdeu com o FC Porto por 3-0. Na época passada, só conseguiu encarrilar 22 desafios sempre a fazer golos, entre os 0-3 em Guimarães (1 de Novembro de 2014) e os 0-2 de Wolfsburg (19 de Fevereiro de 2015).   - Em contrapartida, apesar de terem marcado sempre primeiro, os leões sofreram golos nos derradeiros seis jogos. A última baliza virgem de Rui Patrício pelo clube aconteceu na Supertaça, frente ao Benfica, a 9 de Agosto (vitória por 1-0).
2015-09-16
LER MAIS