Stats 

Sporting Nacional

Liga Portuguesa

2015-09-21 21:00

Sport TV 1
Um golo do Sporting permite melhor série em 45 anos
2015-09-19

O Sporting marcou golos em todos os oito jogos desta época e não fica em branco numa partida oficial desde 1 de Março, quando foi batido pelo FC Porto no Dragão por 3-0, a contar para a Liga. São, ao todo, 22 jogos seguidos sempre a marcar. Está igualada a melhor série da época passada, que consistiu exatamente em 22 jogos, entre o 0-3 em Guimarães, a 1 de Novembro, e o 0-2 em Wolfsburgo, a 19 de Fevereiro. Se marcar ao Nacional, equipa que esteve no início da corrente série, com um empate a dois golos na Choupana, para a Taça de Portugal, a 5 de Março, aumenta a caminhada para 23 jogos a marcar, algo que já não consegue há 45 anos. Ainda Jorge Jesus jogava nas camadas jovens.

A última vez que o Sporting esteve tantos jogos seguidos a fazer golos foi entre Dezembro de 1969 e Novembro de 1970. Pelo meio, a equipa então comandada por Fernando Vaz ganhou o título nacional de 1969/70, mas perdeu a final da Taça de Portugal, com o Benfica, por 3-1. Esse Sporting ficou em branco na deslocação ao Bessa, onde empatou a zero com o Boavista, a 21 de Dezembro de 1969. E só voltou a acabar um jogo sem golos a 22 de Novembro de 1970, quando empatou sem golos em Guimarães com o Vitória. Entre o zero imposto pelo guardião boavisteiro Luz e aquele que soube segurar o guarda-redes vimaranense Rodrigues mediaram 36 jogos sempre com golos. Desses, o Sporting empatou quatro (1-1 com o Varzim, duas vezes 1-1 com o Benfica e 2-2 com o Belenenses), perdeu três (1-3 com o Benfica na final da Taça de Portugal de 1970 e duas vezes por 2-1 com o Carl Zeis Jena na segunda ronda da Taça dos Campeões Europeus), ganhando os restantes 29.

Nesses 36 jogos, o Sporting marcou um total de 90 golos, com duas particularidades. Houve apenas onze marcadores e nenhum deles se destacou dos restantes: Nelson celebrou 20, Marinho assinou 17, Peres 15 e Lourenço 14. Na atual série de 22 jogos, os leões empataram cinco (2-2 com o Nacional, duas vezes 1-1 com o P. Ferreira, 1-1 com o Estoril e 2-2 com o Sp. Braga) e perderam dois (1-3 com o CSKA Moscovo e com o Lokomotiv Moscovo), ganhando os restantes 15. Ao todo marcaram 43 golos, com a particularidade de eles serem divididos por mais jogadores: foram 13 marcadores, destacando-se Slimani, com nove, Arien, com sete, e Montero, com seis.

 

- Em contrapartida, o Sporting já vai com sete jogos seguidos sempre a sofrer golos. A última vez que Rui Patrício conseguiu uma baliza virgem foi na Supertaça, contra o Benfica, a 9 de Agosto (vitória por 1-0). Na Liga, então, já não chega ao fim de um jogo sem ir buscar pelo menos uma bola ao fundo das redes desde 2 de Maio, quando recebeu em Alvalade… o Nacional (vitória leonina por 2-0). Depois disso o Sporting ainda ganhou ao Rio Ave em Vila do Conde, no fecho do último campeonato, mas foi Boeck quem esteve na baliza.

 

- O Nacional só ganhou uma vez em Alvalade para a Liga, em Maio de 2005, por 4-2, ajudando a tonar essa época como de pesadelo para o Sporting, que já perdera Liga Europa e Liga portuguesa numa semana. Além disso, os alvi-negros não marcam um golo no terreno do Sporting desde finais de Abril de 2013, quando Candeias estabeleceu o momentâneo empate a um golo, antes de Rojo dar a vitória por 2-1 aos leões nos últimos minutos da partida.

 

- Jorge Jesus e Manual Machado já tiveram desentendimentos públicos, mas os encontros entre os dois têm sido geralmente favorável ao atual treinador do Sportimg. Jesus ganhou os últimos seis confrontos com Machado, quatro para a Liga e dois para a Taça da Liga, e não perde pontos com ele desde Fevereiro de 2013, quando o seu Benfica foi empatar com o Nacional à Choupana, a dois golos. Machado não ganha a Jesus desde Setembro de 2010, quando o seu V. Guimarães se impôs no Minho ao Benfica por 2-1.

 

- Jonathan Silva celebra no dia do jogo um ano sobre a sua estreia na Liga portuguesa, pois foi lançado como titular nos 4-0 com que o Sporting ganhou fora ao Gil Vicente a 21 de Setembro de 2015. André Martins, por outro lado, pode reencontrar o adversário que enfrentou na estreia: abriu a sua conta na Liga portuguesa lançado por Domingos Paciência com uma vitória por 1-0 frente ao Nacional, em Alvalade, em Dezembro de 2011.

 

- Fábio Veríssimo apita apenas o 11º jogo na Liga e o segundo de um clube grande (já esteve, esta época, na vitória por 3-0 do FC Porto sobre o V. Guimarães). Entre os árbitros com pelo menos dez jogos na competição, é o segundo que apresenta maior percentagem de vitórias da equipa da casa: 60 por cento, apenas atrás dos 64% de Tiago Martins e à frente dos 53% de Soares Dias, que é terceiro.