Stats 

Rio Ave Sporting

Liga Portuguesa

2015-09-13 19:15

Sport TV
O treinador com o qual Jorge Jesus nem se importa de perder
2015-09-12

Jorge Jesus ganhou dez dos 14 confrontos com Pedro Martins, o atual treinador do Rio Ave. O histórico faz-se com Jesus sempre no Benfica e com Martins quatro épocas no Marítimo e uma já em Vila do Conde. No entanto, Pedro Martins impôs-se nas duas últimas receções ao atual técnico leonino: 2-1 pelo Marítimo na abertura da Liga de 2013/14 e 2-1 pelo Rio Ave em Março último. Não deixa de ser curioso que sempre que perdeu na Liga com Pedro Martins, Jorge Jesus tenha acabado por ser campeão. É caso para dizer que Jesus nem se importa de perder com ele, porque a recompensa acaba por chegar.

Mais grave foi, do ponto de vista de Jorge Jesus, a outra derrota que tem com este colega de profissão. Aconteceu em Dezembro de 2011, quando o Marítimo de Pedro Martins afastou o Benfica de Jorge Jesus da Taça de Portugal: 2-1 nos Barreiros, com golos de Roberto Souza e Sami a responder a um tento de Saviola, ainda na primeira parte. Um resultado feito de virada, como foram, aliás, duas das três vitórias de Pedro Martins sobre Jorge Jesus. Essa vitória, no entanto, acabou por não valer de muito ao Marítimo de Martins, que caiu na eliminatória seguinte, batido por 3-0 pelo… Sporting, em Alvalade.

Azar tem tido Pedro Martins nos últimos jogos com o Sporting: vai em cinco derrotas consecutivas: 2-4 em Alvalade e 0-1 em Vila do Conde, com o Rio Ave, na época passada; 1-3 nos Barreiros e 2-3 com o Marítimo em Alvalade para a Liga de 2013/14, temporada na qual também perdeu por 3-0 em Lisboa para a Taça da Liga. Foram dois anos em contraciclo para um treinador que, antes disso, até tinha saldo positivo com os leões de Lisboa: duas derrotas, dois empates e três vitórias, a última das quais a 10 de Fevereiro de 2013, por 1-0, graças a um golo do agora setubalense Suk.

 

- O Sporting ganhou os últimos dois jogos em Vila do Conde. Por 1-0 na época passada, com golo de Nani, e 2-1 há dois anos, com Carlos Mané e Slimani a virarem o resultado, depois de um autogolo de Maurício. A última derrota leonina no estádio do Rio Ave foi a 2 de Fevereiro de 2013, e também de virada: Jeffrén marcou primeiro para os leões, mas um autogolo de Joãozinho e um segundo de Ukra valeram o 2-1 final aos vila-condenses.

 

- Em contrapartida, Jorge Jesus perdeu (e também de virada) na última vez que foi a Vila do Conde. Foi a 21 de Março, o Benfica de Jesus adiantou-se por Salvio, os vila-condenses empataram por Ukra e marcaram o golo da vitória já nos descontos por Del Valle. Antes, tinha lá ganho (3-1) a 1 de Dezembro de 2013.

 

- O Sporting ganhou as três últimas deslocações que fez para a Liga: 1-0 em Vila do Conde ao Rio Ave na época passada, a somar aos 2-1 ao Tondela e aos 3-1 à Académica, já esta época. Se voltar a vencer no domingo, iguala a melhor série de Marco Silva, que foi de quatro vitórias fora consecutivas (3-1 ao Boavista, 1-0 ao Nacional, 1-0 ao Sp. Braga e 3-1 ao Arouca). Para se encontrar melhor do que isso é preciso recuar a 2010/11, quando os leões venceram consecutivamente a U. Leiria (2-1), a Académica (2-1), o Portimonense (3-1), o V. Setúbal (3-0) e o Marítimo (3-0).

 

- Mais recente é a memória de um Sporting a ganhar as primeiras três saídas da temporada. Aconteceu em 2013: 4-0 à Académica, 2-0 ao Olhanense e 2-1 em Braga. À quarta perderam, por 3-1, com o FC Porto, no Dragão.

 

- O Sporting marcou golos nos últimos 14 jogos que fez na Liga, não ficando em branco desde 1 de Março, quando perdeu por 3-0 com o FC Porto, no Dragão. Para encontrar uma série maior é preciso recuar ao período entre a derrota (1-0) em Paços de Ferreira, a 5 de Maio de 2013, e o empate em casa (0-0) com o Nacional, a 21 de Dezembro de 2013. Foram, nessa sequência, 15 os jogos sempre com golos leoninos.

- Todos os golos sofridos pelo Rio Ave esta época nasceram de bolas paradas: um livre indireto (Gonçalo Brandão, do Belenenses), dois cantos (Ruben Pinto, do Belenenses, e Suk, do V. Setúbal) e dois penaltis (Carlos Martins, do Belenenses, e André Claro, do V. Setúbal). O Sporting (que também já sofreu dois golos de penalti) só marcou duas vezes de bola parada (os penaltis de Adrien ao Tondela e de Aquilani à Académica).

 

- Tobias Figueiredo, defesa central do Sporting, estreou-se na Liga contra o Rio Ave, a 18 de Janeiro, lançado por Marco Silva numa vitória leonina por 4-2, em Alvalade. O mesmo sucedeu com Ewerton, que ainda não está em condições de ser utilizado por Jorge Jesus: entrou na Liga portuguesa lançado por Leonardo Jardim, a 13 de Agosto de 2011, num empate sem golos entre Rio Ave e Sp. Braga. E ainda com Carrillo, cujo primeiro jogo pelo Sporting na Liga foi em Vila do Conde, a 19 de Setembro de 2011: Domingos Paciência deu-lhe os primeiros 54 minutos de um sucesso leonino por 3-2.

 

- O árbitro desse jogo de estreia de Carrillo era o mesmo do jogo deste domingo: Hugo Miguel, que nessa noite estabeleceu o seu recorde pessoal de cartões num desafio da I Liga. Foram onze amarelos e uma expulsão por acumulação para o haitiano Sony, pouco depois de o Sporting ter feito o 3-2 final.