Stats 

Belenenses Sporting

Liga Portuguesa

2016-04-04 21:00

Sport TV 1
Jesus ganhou sempre no Restelo depois de sair de lá
2016-04-03

Jorge Jesus, treinador do Sporting, foi jogador e treinador do Belenenses. Deixou o Restelo pela última vez em 2008, precisamente o ano da última vitória dos azuis sobre os leões a contar para o campeonato. E desde essa altura, nunca mais Jesus cedeu pontos ou sofreu sequer um golo nas várias visitas que fez ao estádio da sua ex-equipa.

O desfile de bons resultados começou para Jesus logo em 2008/09, quando assumiu o comando do Sp. Braga. Foi ao Restelo e ganhou por claros 5-0, a 11 de Maio de 2009: bisaram Renytería e Paulo César, tendo Alan marcado o tento restante. No final dessa época, Jesus seguiu caminho para o Benfica, mas mesmo no novo clube continuou a golear nas vistas à sua antiga casa: em Setembro de 2009 foram 4-0, com golos de Saviola, Cardozo, Javi Garcia e Ramíres. Os maus resultados atiraram nessa altura com o Belenenses para a II Liga, pelo que Jesus só teve de lá regressar em Março de 2014. Teve então mais dificuldades, ganhando apenas por 1-0, graças a um golo de Gaitán. Por fim, na época passada, um bis de Jonas permitiu ao Benfica de Jesus ganhar ao Belenenses no Restelo, por 2-0, a 18 de Abril de 2015.

Desde que saiu do Belenenses, de resto, só por uma vez Jesus cedeu pontos aos azuis. Ganhou as duas partidas pelo Sp. Braga (2-0 e 5-0) e a da primeira volta ao comando do Sporting (1-0). Com o Benfica, além das três vitórias sem sofrer golos no Restelo, impôs-se ainda duas vezes na Luz: 1-0 em 2009/10 e 3-0 em 2014/15. A exceção foi um empate a uma bola, na Luz, a 28 de Setembro de 2013: Cardozo adiantou os encarnados e, ao tornar-se no único jogador do Belenenses a marcar um golo a uma equipa de Jesus desde que este saiu do Restelo, o maliano Diakité alcançou o empate, ainda na primeira parte.

 

Quem Jorge Jesus nunca defrontou foi o espanhol Julio Velásquez, que chegou a meio da época para substituir Ricardo Sá Pinto. Velásquez, de resto, já defrontou em casa o Benfica e o FC Porto, com duas derrotas, ainda que de sabor diferente: com o Benfica encaixou um 5-0 que sublimou o mau comportamento defensivo da sua equipa; contra o FC Porto perdeu por 2-1 e esteve à beira de forçar o empate.

 

O Belenenses interrompeu contra o Sp. Braga uma série de três derrotas seguidas no seu estádio. Os golos de Gonçalo Silva, Miguel Rosa e Tiago Caeiro permitiram uma vitória por 3-0 sobre os minhotos, depois de a equipa azul ter sido batida em casa sucessivamente por Benfica (5-0), Arouca (2-0) e FC Porto (2-1).

 

O defesa central Gonçalo Silva marcou golos nos dois últimos jogos do Belenenses: abriu mesmo o marcador, tanto na vitória (3-0) sobre o Sp. Braga como no empate (2-2) em Tondela, que se lhe seguiu. Curioso é que em toda a sua carreira como profissional, Gonçalo Silva só tinha marcado um golo, pelo Sp. Braga B, ao Marítimo, em Abril de 2014.

 

O Sporting vem com uma série de três jornadas seguidas a sofrer golos, mas mantém ainda assim o registo de defesa menos batida da atual Liga. Rui Patrício foi batido contra o Benfica (0-1), o Estoril (2-1) e o Arouca (5-1), não deixando a baliza inviolada desde a visita a Guimarães, que o Sporting empatou a zero. Na atual Liga, o Sporting já passou duas séries seguidas de quatro jornadas a sofrer golos: da primeira à quarta (2-1 ao Tondela, 1-1 com o Pacos de Ferreira, 3-1 à Académica e 2-1 ao Rio Ave) e depois da 17ª à 20ª, com três adversários repetidos (3-2 ao Sp. Braga, 2-2 com o Tondela, 3-1 ao P. Ferreira e 3-2 à Académica).

 

Slimani bisou em quatro das últimas cinco saídas do Sporting na Liga: nos 6-0 ao V. Setúbal, nos 3-1 ao P. Ferreira, nos 4-0 ao Nacional e nos 2-1 ao Estoril. Nas últimas vezes em que ele ficou em branco fora de Alvalade, o Sporting perdeu pontos. Aconteceu no empate a zero com o Vitória, em Guimarães, e na derrota por 1-0 contra o União, na Madeira.

 

Além disso, Slimani continua a perseguir o 50º golo com a camisola do Sporting. Tem neste momento 49, 10 em 2013/14, 15 em 2014/15 e 24 em 2015/16.  Ao todo, o argelino tem 40 golos na Liga, cinco na Taça de Portugal, três na Liga dos Campeões e um na Liga Europa. Mas nunca fez um golo ao Belenenses.

 

O Belenenses não ganha ao Sporting para o campeonato desde Fevereiro de 2008, quando um golo de Zé Pedro lhe permitiu bater os leões, no Restelo, por 1-0. O treinador dessa equipa do Belenenses era Jorge Jesus, que atualmente dirige os leões, ao passo que na equipa do Sporting estiveram em campo Rui Patrício, que ainda é o guarda-redes leonino, e Tonel, que joga agora no Belenenses.

 

Desde essa vitória, os azuis ganharam mais uma vez ao Sporting, em Janeiro do ano passado, mas em partida da Taça da Liga: impuseram-se por 3-2 contra uma equipa leonina sem titulares. O Sporting ganhou entretanto sete vezes ao Belenenses, três delas no Restelo: 2-1 em Fevereiro de 2009, 4-0 em Março de 2010 e 1-0 em Abril de 2014. Na época passada verificou-se um empate a um golo, tendo Rui Fonte marcado para os azuis e Carlos Mané empatado para os leões ao quinto minuto de compensação.