Último Passe 

2015-09-10
A Liga, os emprestados, a concorrência e a seriedade

Não estou nada convencido de que a solução encontrada pela Liga para a questão dos jogadores emprestados seja a melhor. Sei que em Inglaterra também se faz assim e que os clubes não podem utilizar os emprestados contra o clube que os cedeu. Porém, essa solução não resolve aquela que é a questão de fundo, que é a de se permitirem situações de concorrência desleal.

Imaginemos que um clube espalha os excedentários pelos adversários, o que depois lhe permite defrontar a cada jornada equipas amputadas de jogadores importantes. É o que vai acontecer no domingo com Heldon, que o Rio Ave não poderá utilizar no jogo com o Sporting. E que também já sucedeu e voltará a suceder em jogos do FC Porto e do Sporting. Anda por aí tanta gente preocupada com o facto de o Arouca ter defrontado o Benfica em Aveiro e se preparar para receber o FC Porto no seu estádio, e poucos falam deste problema, bem mais premente. São os jogadores e não os estádios que ganham os jogos...

A única solução justa para a questão - a solução que também moralizaria as regras de mercado - passaria pela redução do total de jogadores que um clube pode ter sob contrato para um número razoável e pela limitação drástica dos empréstimos no mesmo campeonato, para uns dois ou três. Se assim fosse, os grandes teriam muito mais parcimónia nas suas contratações e os pequenos até poderiam chegar aos jogadores que têm emprestados sem ficar a depender da boa vontade dos grandes e, sobretudo, sem que caísse sobre eles a suspeição de que algo terão de fazer para retribuir esses favores. Dessa forma ficava a ganhar a concorrência, dando-se um grande passo para que crescesse a competitividade.

Poderia igualmente ficar a ganhar a seriedade, mas para isso seria ainda preciso que os clubes o quisessem e que a Liga se mexesse no sentido de impedir imoralidades. Miguel Rosa já não está emprestado pelo Benfica ao Belenenses há dois anos, mas nunca sobe ao relvado quando os dois clubes se defrontam. Ricardo Sá Pinto já disse que o atacante formado na Luz está convocado para o Benfica-Belenenses desta sexta-feira. Fico à espera de ver se joga, tal como jogou (e com bons resultados) nas jornadas já efetuadas deste campeonato.