Perguntas & Respostas

AT: Qual foi o jogo da sua vida?

Cabumba: Foram vários. Talvez um pelo Rio Ave em Guimarães, que empatámos 0-0, na meia-final da Taça de Portugal, trazendo a eliminatória para Vila do Conde, onde acabámos por chegar à final. Mas houve outros. Há um jogo em que, também pelo Rio Ave, fomos ganhar por 2-1 ao FC Porto às Antas. E lembro-me de um, ainda no V. Setúbal, em que marquei o golo da vitória (1-0) em Espinho.

AT: E o colega mais talentoso com quem jogou?

Cabumba: Foi o Diamantino, que ainda tive como colega no V. Setúbal.

AT: Por fim, qual foi o adversário mais complicado que apanhou pela frente?

Cabumba: Isso eram sempre os três grandes. Individualmente, talvez o Costa e o Rodolfo, do FC Porto, porque eram maus a jogar à bola. Não eram os melhores, que cheguei a jogar contra o Eusébio, mas eram maus.