Perguntas & Respostas

AT: Qual foi o jogo da sua vida?

Abrantes: Por incrível que pareça, talvez tenha sido um jogo na Amoreira em que ganhámos por 3-0 ao FC Porto. Eles atacavam muito, eu defendia e depois, no contra-ataque, nós marcávamos. Foi mesmo um jogo incrível.

AT: E o colega mais talentoso com quem jogou?

Abrantes: Sem dúvida o Eusébio. Quando estávamos aflitos e os golos tardavam, praticamente bastava pedir ao senhor Eusébio que tratasse do leitinho das criancinhas.

AT: Por fim, qual foi o adversário mais complicado que apanhou pela frente?

Abrantes: Para mim, o mais difícil foi o Yazalde. O “Chirola” era mesmo craque. Até parecia que a bola sabia onde ele estava.