Artigo 

2015-12-16
Factos rápidos da 7ª jornada (4ª parte)

O empate (0-0) do Benfica na Choupana, frente ao U. Madeira, significou o quarto zero atacante dos encarnados em 13 jogos na presente edição da Liga: além deste, há a registar os dois 0-1 com o Arouca e o FC Porto e o 0-3 com o Sporting. Desde 2011/12 que o Benfica não tinha quatro jogos em branco no mesmo campeonato, mas nessa altura precisou de uma época inteira para os fazer. Aliás, nos três últimos campeonatos, o Benfica só tinha ficado em branco três vezes em 94 jogos. A última vez que tinha somado pelo menos quatro zeros nas primeiras 13 jornadas foi em 2007/08, quando até registou cinco: empatou sem golos com V. Guimarães, Sp. Braga e Sporting e perdeu por 1-0 com FC Porto e Belenenses.

 

- Ainda assim, mesmo com os quatro zeros, o Benfica mantém o melhor ataque do campeonato, com 31 golos marcados em 13 jornadas. Marca muitos golos, mas em poucos jogos. Não havia um ataque tão realizador na Liga em 13 rondas desde o Sporting de 2013/14, que chegou à 13ª jornada com 33 golos marcados. O Benfica, por sua vez, não fazia tantos golos em 13 jogos desde 2012/13, quando chegou à 13ª jornada com 35 concretizações.

 

- Mais preocupante para o Benfica são os sete pontos de atraso para o líder. A última vez que os encarnados tinham estado tão longe da liderança à 13ª jornada foi em 2010/11, quando a equipa então comandada por Jesus lá chegou em segundo lugar, a oito pontos do FC Porto de Villas-Boas. Em rigor, nunca o Benfica recuperou de uma distância tão grande à 13ª jornada para ser campeão, mas em 1976/77 fez o que seria preciso se aplicássemos a esse campeonato as regras atuais de pontuação: à 13ª jornada, quem liderava era o Sporting, com 23 pontos, que seriam 34 se a vitória já valesse três pontos, indo o Benfica em segundo com 19, que seriam 27 pelas regras atuais. No final, o campeão foi o Benfica, porque ganhou 15 (e empatou dois) dos 17 desafios até final, enquanto o Sporting empatou sete e perdeu quatro, ganhando apenas seis. Curioso é que nesse campeonato, o Sporting também ganhou por 3-0 ao Benfica no jogo da primeira volta.

 

- O empate interrompeu uma série de cinco vitórias seguidas do Benfica na Liga, permitindo à equipa atual igualar a série que a anterior fez entre Fevereiro e Março, mas ficando aquém das nove vitórias consecutivas na prova alcançadas pelo Benfica entre Outubro do ano passado e Janeiro deste ano.

 

- Foi a primeira vez que o U. Madeira arrancou pontos ao Benfica em jogos de campeonato – já tinha empatado uma vez, para a Taça de Portugal (1-1), mas acabou goleado no prolongamento (1-5, em Dezembro de 1993). O União já tinha empatado três vezes com o Sporting e duas com o FC Porto na Liga.

 

- André Moreira voltou a manter a baliza inviolada. Foi o quinto zero defensivo do U. Madeira, em 13 jornadas, importante porque a equipa vinha de uma goleada por 6-0 sofrida em Paços de Ferreira.

 

- O árbitro Cosme Machado continua sem ver uma equipa da casa marcar um golo nos jogos que apitou esta época na Liga. E já lá vão seis: o Académica-V. Setúbal (0-4), o Tondela-Estoril (0-1), o P. Ferreira-V. Guimarães (0-1), o Arouca-Sporting (0-1), o Moreirense-Sp. Braga (0-0) e agora o U. Madeira-Benfica.