Artigo 

2015-09-14
Factos rápidos sobre a 4ª jornada da Liga (3ª parte)

- Slimani construiu em Portugal uma reputação de cabeceador, mas o golo de ontem, ao Rio Ave, foi o primeiro que fez de cabeça esta época, pois à Académica e ao CSKA Moscovo tinha marcado de pé esquerdo. O último golo de cabeça de Slimani no Sporting sucedera a 19 de Abril e valera uma vitória (2-1) frente ao Boavista. Depois disso ainda fez mais dois golos ao Sp. Braga.

 

- A vitória do Sporting em Vila do Conde foi a quarta seguida fora de casa em jogos da Liga (Rio Ave, Tondela, Académica e, de novo, Rio Ave). A série, que se iniciou após o empate (1-1) no Estoril, é partilhada por Marco Silva e Jorge Jesus e iguala as melhores do próprio Marco Silva e de Leonado Jardim. A última vez que os leões fizeram melhor foi em 2010/11, quando venceram cinco deslocações consecutivas.

 

- Os dois golos em Vila do Conde significam que o Sporting marcou nas derradeiras 14 partidas da Liga, todas as que disputou desde os 0-3 no Dragão, a 1 de Março. Entre Maio de Dezembro de 2013 os leões conseguiram 15 jogos seguidos a marcar na prova.

 

- O Sporting sofreu golos pelo sexto jogo seguido esta época. Depois da baliza virgem na Supertaça, contra o Benfica, todas as equipas bateram Rui Patrício: Tondela, Paços de Ferreira, CSKA Moscovo (duas vezes), Académica e agora o Rio Ave. Na Liga, o último zero defensivo do Sporting foi na derradeira jornada da época passada, em… Vila do Conde (vitória por 1-0).

 

- Todos os jogos do Sporting na Liga tiveram penaltis. Na primeira jornada, os leões ganharam ao Tondela com um penalti de Adrien. Na segunda, cederam o empate com o Paços de Ferreira quando Pelé bateu Patrício da marca dos onze metros. Na terceira, além de terem sofrido um golo de penalti (Rabiola), marcaram um (Aquilani) e falharam outro (Adrien). Ontem, abriram o marcador graças a mais um penalti de Adrien.

 

- Em contrapartida, o Rio Ave é a equipa que mais grandes penalidades cometeu na Liga: a de Wakaso, ontem, já foi a terceira, depois de Capela ter feito uma contra o Belenenses e Cássio outra no empate em Setúbal.

 

- O golo de Slimani foi o primeiro que o Rio Ave sofreu esta época sem ser de bola parada. Até aí tinha sofrido golos num livre indireto, dois cantos e três penaltis (já incluído aquele com que Adrien abriu o marcador).

 

- Adrien Silva voltou a ser bem sucedido na conversão de uma grande penalidade depois de ter falhado uma em Coimbra, contra a Académica. Os três penaltis que marcou esta época foram todos para o lado direito, mas o de Coimbra acertou no poste.

 

- Depois do golo em Setúbal, Yazalde marcou pela segunda partida consecutiva, algo que não lhe acontecia desde Março de 2014, quando ainda representava os romenos do Astra Giurgiu. Nessa altura fez golos no empate (1-1) em casa com o Otelul e na vitória (2-0) frente ao Ceahlaul. Em Portugal não lhe sucedia semelhante coisa desde Abril de 2013, quando deu a vitória (1-0) do Beira Mar em casa com o Gil Vicente e marcou na derrota (1-2) frente ao Rio Ave, em Vila do Conde.